29/ago/17Calendário 31/ago/17


Lago de Garda - 30/ago/17 (52 fotos)Mais fotos:ÁlbumSlide show

Praça Prato ensolarada - PáduaDeixei o quarto às 7:30 h sob sol quente e ar gelado. Não comi nada no refeitório mas sai carregando algumas bolachas, os croissant polvilhados e duas ameixas. Em meia hora estava na estação pronto para aguardar o primeiro trem do dia, com partida marcada para 8:40 h. No entanto acabavam de anunciar a entrada na plataforma de um regional anterior, que estava atrasado. A preocupação de ter dificuldade com lugar, especialmente por causa da bagagem, não teve justificativa e pude apoiar a moMinha vista do lago - Gardonechilona no assento fronteiro e a pequena ao meu lado. Em Verona teria que fazer conexão para Desenzano, a cidade grande às margens do Lago de Garda, que era o local mais próximo por onde passava um trem. Depois teria que trocar para o ônibus, de cujo horário dispunha, porém não tinha certeza de como ler. Alguns serviços eram prestados apenas em determinadas épocas do ano, mas estava tudo misturado. A forma mais segura era ver o que sairia em seguida quando estivesse lá. Desse modo, quantPassarela ciclística - Lago de Gardao mais cedo chegasse, melhor, apesar do limite das 14:00 h para entrar no quarto. As distâncias não eram muito grandes e imaginava levar uma hora para chegar em Verona, poucos minutos até a beira do lago e mais uma hora de ônibus para o destino final. Contando com os intervalos entre os transportes acreditava que chegasse lá com alguma antecedência. O Lago de Garda é um imenso espelho de água, com dezenas de balneários espalhados à volta, nas proximidades das montanhas dos Alpes. As duasMargem - Lago de Garda cidades maiores do norte da Itália que permitiam acesso mais fácil eram Verona de um lado e Brescia, perto de Milão, do outro. Não havia linha férrea para fazer o contorno mas a travessia entre várias cidades era possível por barcos de linha regular, porém de frequência baixa e demorados trajetos. Como não tive tempo de verificar as possibilidades ferroviarias antes de subir no trem atrasado, só deu para perceber que estava num pinga-pinga com chegada em Verona prevista para as 9:22 h mMaderno - Lago de Gardaas, com o atraso de nove minutos, apenas poucos minutos antes do planejamento original. Ao menos teria algum fôlego adicional para trocar de um trem para outro. Foram vinte minutos e tive a grata surpresa de encontrar o outro esperando na plataforma e bem vazio. Quase cometi uma falta que poderia ter consequências graves. Já estava descendo as escadas para trocar de linha quando percebi que não estava com a passagem. Ao me carregar com as mochilas na preparação para a descida na parada tMaderno - Lago de Gardaerminal acabei deixando o bilhete do lado da janela. Voltei correndo, com medo de que o motorista fosse embora, mas tive tempo de recuperar o documento. Entrei no bar da estação logo que cheguei e pude confirmar que o ônibus sairia no horário que havia imaginado. Comprei um bilhete e fui para o ponto aguardar a hora e meia até a partida das 11:35 h. Essa condução também não encheu e, quando cheguei no hotel às 12:20 h, fui admitido pelo Luigi imediatamente e pude começar a respirar com tPraia pública em Maderno - Lago de Gardaodas as etapas da viagem incerta completadas sem problema. Tinha muitas dúvidas sobre a possibilidade de ficar tão longe de acesso mais fácil ao transporte porém tudo correu como previsto e só teria que me planejar com cuidado redobrado para não me atrapalhar com os horários limitados. O quarto no segundo andar era pequeno mas parecia muito bom, com ótimo banheiro, uma conexão para o computador que não apresentou problema e uma vista do lago. Depois de uma hora me instalando saí para o pPaisagem em Maderno - Lago de Gardaasseio inicial. O hotel ficava em Gardone Riviera e poucas centenas de metros adiante terminava a cidade. No início tive receio de que toda a costa estivesse em mãos de particulares e, de fato, só pude acessar o lago por duas pequenas vielas. Não havia praia, apenas um gramado e uma escada de piscina para entrar na água. Passei a divisa e entrei no balneário de Maderno, bem maior e com muita visão ampla do lago. Vários calçadões e passarelas suspensas sobre a água formavam um trajeto agrVilla em Maderno - Lago de Gardaadável e bastante ensolarado. Parei no porto para analisar o horário e destino das barcas e me espantei com os preços. As ligações não são tão raras como imaginei a principio porém seria necessário muito estudo logístico para montar um roteiro adequado. Continuei andando ao longo das praias de pedra bastante movimentadas e iniciei o retorno às 16:30 h. Passei pelo supermercado a dois quilômetros da hospedagem e voltei carregado para o quarto. A conexão com a internet estava excelente.