28/jul/17Calendário 30/jul/17


Roma - 29/jul/17 (78 fotos)Mais fotos:ÁlbumSlide show

Fonte do Tritão - RomaLogo que passou a meia-noite fui para a fila de verificação de segurança, mesmo correndo o risco de ser barrado por estar muito adiantado. Já aconteceu de me fazerem esperar no saguão principal até duas horas antes do voo ser anunciado. Dessa vez o problema foi de outra natureza: apenas questão de paciência. A fila para atravessar as duas máquinas de raio-x nem tinha tanta gente mas o fluxo era extremamente lento. Levei meia hora para andar menPanorama visto da Villa Borghese - Romaos de vinte metros. E ainda estava de olho no leitor na mão da policial que verificava os cartões de embarque. Como não ativou nenhuma sirene estava liberado para seguir para a sala marcada, com a ressalva de que o portão definitivo só seria anunciado às 5:30 h. Encontrei a área de espera provisória deserta no final de um corredor e me alojei ao lado de uma tomada num banco que convidava ao cochilo. Antes de sair do hotel havia cogitado de tranFonte de Netuno na Piazza del Popolo - Romasferir o casaco para a mochilinha, porém achei a medida trabalhosa e desnecessária. O ambiente não estava muito frio mas uma coberta não seria demais. A tranquilidade não durou muito. Logo chegaram dois alemães que, embora não fizessem muito barulho, cochichavam entre si. Felizmente cansaram rápido da minha companhia e pude fechar os olhos e esticar as pernas nas poltronas grudadas do canto mais escondido depois de uma hora da manhã. O sossego Mausoléu de Augusto - Romaterminou em duas horas, quando os passageiros para Amsterdã começaram a se reunir no recinto. Enquanto o ruído se limitava a sussurros pude continuar o sono porém logo iniciaram os avisos do voo e as conversas mais animadas, o que foi a senha para iniciar a volta à vigília. Mesmo com a algazarra pré-abordagem evitei deixar minha cadeira e perder a proximidade da tomada. O portão original foi confirmado e fui dos primeiros a entrar. Antes da porEscadaria Espanhola - Romata do avião foi oferecida uma caixa de papelão com um mini sanduíche de ovo e presunto, um mini bolo e um micro suco, indicando um percurso bem mais curto do que as duas horas e meia programadas. Comi tudo antes da maioria dos passageiros tomar seus lugares e me apoderei de dois cobertores para me proteger de um clima ártico que saía como fumaça de gelo seco expelida de fendas no teto. Surpreendentemente as duas poltronas do meu lado ficaram vaParlamento no Palazzo Montecitorio - Romagas, sendo que praticamente todos os demais lugares do Airbus A321 estavam tomados. O céu na saída de Lisboa e sobre a Espanha estava bastante nublado mas pude identificar Maiorca no sobrevoo depois que as nuvens se afastaram. Também devo ter passado sobre a Sardenha porém eu estava dormindo profundamente. Às 10:00 h no horário italiano o comandante iniciou a descida para Roma e o pouso aconteceu 20 minutos mais tarde com temperatura de 27°C. CColonna di Marco Aurelio - Romaomo não foi necessário fazer imigração fui direto para as esteiras de bagagem. A mochilona demorou para aparecer e eu fiquei revirando o pescoço para manter um olho na esteira principal e outro na de objetos diferenciados, na dúvida de qual seria a utilizada no meu caso. Peguei o ônibus para o centro, bem mais barato que o trem e, talvez, um pouco mais demorado por causa do trânsito. A recepção da hospedagem reservada funcionava a partir do meiFontana di Trevi - Romao-dia e não queria chegar cedo demais. Acho que eles estavam esperando o ônibus encher porque o motorista saiu apenas quando não havia mais bancos livres. Com os vinte minutos de atraso acabei chegando no hotel apenas às 13:00 h depois de curta caminhada. O processo de admissão foi rápido e segui para o quarto modesto no fim do corredor. Para os padrões de Roma pareceu bastante razoável, levando em conta a localização, o preço e a condição do Palazzo Venezia - Romaapartamento. Todos esses hotéis e pensões baratos da região do terminal ferroviário ocupam um ou dois andares de prédios antigos, com teto alto, elevador minúsculo e com vista para um pátio interno e o vizinho. Como no primeiro dia em Lisboa, aqui também não tinha nada rigidamente programado e só andar a esmo já era um tremendo passeio, aos moldes da capital portuguesa. O que atrapalhava era o sono e a preguiça de sair no meio da tarde. ConseguMonumento a Vitorio Emanuel II - Romai superar os dois e pus os pés na rua às 14:30 h adequadamente besuntado de protetor solar, tentando evitar o contato com os olhos. Perto do hotel fica a Porta Pia, igreja construída numa das passagens da muralha ancestral. Voltei para o centro histórico passando por fontes, praças, palácios, igrejas e parques. Grupos enormes de turistas com fones de ouvidos eram instruídos pelos guias numa babel de línguas. Mesmo lotada a cidade continua incrível.