09/set/17Calendário 11/set/17


Florença - 10/set/17 (12 fotos)Mais fotos:ÁlbumSlide show

Manhã ingrata no caminho para a estação - FlorençaA chuva que caiu durante toda a madrugada, acompanhada de muita trovoada, fez com que acordasse apenas às 7:45 h. Nem deu tempo de me preparar para sair e a garoa recomeçou. Parece que os metereologistas haviam acertado dessa vez e previam que o dia todo continuaria nessa situação precária. Com o fim da validade do passaporte de visitas não tinha vontade de conhecer nenhuma outra atração mas também não queria passar o tempo todo dentro do quarto. A única atividade que me animava era gastar algumas horas na grande livraria do terminal central, mas a caminhada de quarenta minutos não aconselhava deixar o hotel antes de o céu limpar um pouco, o que parecia bastante improvável. Sem possibilidade de sair, no entanto, a alternativa foi tentar pegaLivraria na Galeria Uffizi - Florençar no sono novamente. Não consegui ficar nem quinze minutos de olho fechado na cama e a impaciência me fez vestir o agasalho na primeira oportunidade em que os pingos no pátio dos fundos não mais pareciam incomodar as poças e, deixando a mochila para trás, saí apenas com a coragem. Quase deu para chegar na estação seco, porém segui os últimos duzentos metros sob pingos que engrossavam. Fiquei um pouco preocupado com o aviso de que o mal tempo havia causado estragos em Livorno, o que estava atrasando ou cancelando composições. Não consegui entender o anúncio sobre a Estação Rifredi perto da hospedagem, de onde imaginava partir amanhã. A livraria não era tão boa quanto havia imaginado inicialmente e achei que deveria voltar à Galeria Uffizi, ondPalazzo Vecchio - Florençae a loja era mais específica nos assuntos que me interessavam: história e arte. Outro intervalo na chuva permitiu o trajeto curto porém com atenção redobrada por causa das pedras escorregadias do pavimento. Já havia perguntado ontem para um segurança como evitar a fila para entrar apenas na loja. Ao chegar ao museu comuniquei minha intenção à funcionária que organizava os visitantes e pude seguir diretamente à máquina de raio-x. A correria e os preços não estavam me inspirando muito mas saí carregado. A volta foi tranquila e aproveitei a trégua da chuva para passar na parada Rifredi e ver se estava acontecendo alguma coisa diferente com os trens. Como tudo pareceu normal retornei ao hotel preparado para acrescentar os novos itens na bagagem.