09/jul/18Calendário 11/jul/18


Kefalonia - 10/jul/18 (80 fotos)Mais fotos:ÁlbumSlide show

Aghia Efimia - KefaloniaÀs 7:00 h o sol ainda não iluminava o quarto e só fui descobrir uma hora mais tarde que ele estava escondido atrás da montanha. Quando deixei a hospedagem ele já era visivel e brilhava forte. Estava com preguiça de levantar mas a longa caminhada programada exigia que eu me pusesse de pé o mais cedo possível. Apesar da visita aos lagos ontem teria que refazer o trajeto passando por eles porque o meu destino do outro lado da ilha percorria, no início, a mesma estrada. A prCaminho florido - Kefaloniaetensão era visitar duas atrações famosas, uma praia tida entre as mais bonitas da Grécia e um povoado de localização geográfica inspirada. Não antevia complicação no primeiro trecho do percurso, que apenas contornava a baía na altura do nível do mar. Na Vila de Aghia Efimia (leia aía efimía) foi necessário virar para o interior para iniciar a travessia da parte central. Passei as duas horas iniciais mais preocupado com o caminho que enfrentaria para cruzar a montanha doDivarata, entroncamento na montanha - Kefalonia que com as belas paisagens que envolvem a baía. Apesar de a rodovia asfaltada ter muito tráfego e ser inóspita para pedestres optei por essa rota de pavimento mais confiável do que o que eventualmente encontraria pelos trajetos menos movimentados. Havia a indicação de uma trilha de terra pelo fundo do vale porém preferi evitar a tentação especialmente pela situação do chinelo que não tem inspirado muita confiança desde alguns dias após a compra. Os furos que prendem as Myrthos, a praia famosa - Kefaloniatiras mostram sinais de esgarçamento e nao sei até quando ele vai aguentar. Antes de sair pela manhã procurei o par extra na mochilona para trocar em caso de emergência, apesar do peso adicional que teria de carregar. Contudo lembrei que havia desistido de incluir enquanto separava o que trazer, uma vez que já fazia parte da tralha o até agora inútil sapato de borracha para praias de fundo rochoso. O peso ainda maior me fez afastar a ideia de carregar mais um trambolho, Assos - Kefaloniaprovavelmente um peso morto, durante o dia inteiro. A subida foi longa mas não muito cansativa, ajudada pela inclinação gradual. Cheguei em Divarata (leia divaráta), o entroncamento da ilha, onde todos os caminhos se cruzam, ao meio-dia. A praia famosa ficava três quilômetros abaixo mas a minha opção foi continuar até o ponto mais distante do roteiro. Seguindo pela rodovia principal percorri os seis quilômetros até a descida para a vila de Assos (leia ássos). Logo após oCastelo de Assos na península - Kefalonia mirante com vistas espetaculares da praia de Myrthos foi possível também admirar a beleza dos penhascos do litoral que chegavam em Assos, inclusive a próprio vila encravada no estreito istmo. Esse panorama distante e as nuvens escuras que passavam pelo alto das montanhas me deixaram em dúvida se já havia visto o suficiente ou se valeria a pena descer até o nível do mar e subir tudo de novo. Resolvi contrariar a preguiça e fazer um pouco de exercício. Continuei pela rodoLitoral dramático - Kefaloniavia movimentada, torcendo para que o vento espantasse a cobertura nebulosa. Enquanto o percurso se dava nas alturas não teve problema, apesar de alguns pingos fracos. Mas decidi não descer o desnível de 350 metros até o charmoso povoado abaixo. A vista do alto teve que servir para saciar a curiosidade, que não era tanta a ponto de ter que escalar tudo novamente. A pressão do tempo cronológico se aliou à pressão do tempo climático para apressar meu retorno e me fez decidiVista do alto em Myrthos - Kefaloniar contrariamente às descidas para verificar em maior proximidade os encantos de cada um dos locais. Claro que Myrthos é uma praia linda e Assos, pelo menos de cima, é uma cidade encantadora, mas o que mais me impressionou na visita de hoje foram as formações rochosas da baía em torno de Aghia Efimia. Milhares de gigantescas placas de pedra praticamente lisa, brancas como o mármore e de um ou dois palmos de espessura, parecendo ter sido cortadas por maquinário de precisãoMar de Aghia Efimia - Kefalonia, se empilhavam pela costa por centenas de metros em inclinação de ângulos acentuados, entrando nas águas transparentes. Em dois ou três pontos um intervalo se abria para abrigar uma pequena praia forrada de pedras claras. Em observação mais atenta o padrão das rochas se repetia do outro lado da estrada, subindo pela encosta, evidenciando a força da natureza. Ainda pude avaliar as condições de acesso ao mar em mais alguns pontos do litoral à medida que retornava para Sami.