30/jun/18Calendário 02/jul/18


Skiathos / Volos - 01/jul/18 (10 fotos)Mais fotos:ÁlbumSlide show

Leitura na praça - SkiathosAbandonei toda a programação do último dia em Skiathos. A barca para Volos só parte no início da noite porém não pretendia mais fazer passeios ou deslocamentos longos e cansativos. A primeira ideia era passar o tempo numa praia e o que realmente gostaria era de encontrar um quebra-mar cheio de pedras confortáveis perto do porto. Mas isso não existe aqui. No final da caminhada de ontem, quando voltava da praia do aeroporto, vim prestando atenção para ver se achava um rochedo aceitável à beira da água, porém não tive sucesso. Subi para a cobertura às 7:00 h e confirmei visualmente o que a previsão já garantia. Tempo limpo com bastante sol. Mas o vento estava bem forte. Fui até a recepção para verificar com a Christina qual o horário máximo de utilização do quarto e fiquei sabendo que após o meio-dia poderia deixar a bagagem na sala de entrada. A nova proposta era continuar a leitura interrompida com o advento dos dias ensolaradosEsperando a partida - Skiathos. Inicialmente no quarto e mais tarde num banco do porto, talvez. Às 11:30 h entreguei as chaves e larguei as mochilas perto da recepção. Fui continuar a leitura sob a ventania da praça no final do porto. Não dá para considerar que o dia foi totalmente perdido, tendo sido utilizado para adiantar o bom material literário, atrapalhado apenas ocasionalmente pelas moscas, porém o sol esplendoroso parece que reclamava por uma atividade mais dinâmica. Voltei para o hotel uma hora antes do que havia planejado, com o livro quase todo lido. No curto caminho do porto não poderia deixar de encontrar o hospedeiro falador metido a brasileiro do primeiro dia, que deu a notícia que a rede da hospedaria dele havia voltado a funcionar. Ele não parecia muito preocupado ou com remorsos e ainda teve a ousadia de perguntar quanto eu estava pagando. Falou alguma coisa do Neymar e acho que entendi ele oferecer hospedagem pela metade do preço da próxiLua? - Volosma vez. Agora ia começar uma parte meio chata das férias no aspecto da duração das hospedagens. Como as localidades são distantes umas das outras e o transporte coletivo não parece muito eficiente resolvi fazer várias reservas de apenas quatro noites no máximo nas próximas seis cidades em que vou ficar. Com isso vou ter que realizar muitas mudanças e não vou poder estocar a geladeira com muitos produtos. O navio zarpou às 20:30 h, com quinze minutos de atraso e levaria quase três horas para chegar em Volos. Esse horário tardio foi uma das razões que me fez escolher um hotel perto do porto. O recepcionista já estava me esperando quando entrei no hotel às 23:30 h e não quis aceitar o pagamento antecipado. Surpreendentemente a internet funcionou no quarto, o que não acontecia quando estive aqui quase vinte dias atrás. Não só funcionou, como funcionou muito bem. Temia que fosse perder a facilidade das duas hospedagens anteriores.